sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Projetos digitais suspensos, cursos e promoção

A vida é mesmo muito engraçada, no momento que me preparava para iniciar meus projetos iniciais (vide último post) recebi uma proposta/convite inesperado da empresa onde trabalho.

Recapitulando, entrei na empresa à cerca de 1 mês e meio atrás com contrato temporário, recentemente houve um processo seletivo para uma posição onde a empresa fornece cursos internos para então concorrer a vagas de nível hierárquico maior, participei das provas e pra minha surpresa fui aprovado, iniciarei os cursos na semana que vem e no começo do ano aplicarei para as vagas disponíveis. Confesso que não sei muito onde estou me metendo, é tudo muito novo e não sei como será o desenrolar dessa história. Só sei que pouca gente se interessou por esse processo porque no fim das contas o cargo continua sendo de "peão", porém com mais especialidade e salário pouca coisa maior, acredito que o maior benefício será justamente o aprendizado. Minha efetivação após a fase temporária acabar já é praticamente certa, meus superiores parecem aprovar meu trabalho e sempre falam que a vaga só depende de mim (devo um post explicando isso).

Engraçado como a maioria das pessoas enxerga cursos, palestras e seminários como perda de tempo, como coisas desnecessárias, etc. Tenho que ter "tato" pra lidar com colegas que me já começam a me achar um louco por me enfiar nisso (faço um esforço diário para parecer uma pessoa comum e não alguém que trabalha por opção), afinal os cursos são fora do horário do expediente e não são remunerados (embora sem custo algum para o funcionário). Enquanto isso vejo colegas pagando pra fazer pós graduações inúteis por EAD e se achando os fodões do estudo e que terão um aumento automático de 200% quando terminarem... Engraçado como as pessoas se enganam...

Bom, o tempo que teria para tocar os projetos digitais será investido nesses cursos nos próximos meses, terei aulas 2 ou 3 vezes por semana e com certeza nos outros dias vou querer apenas descansar, então a profissionalização do blog está suspensa por enquanto. Acho essa oportunidade que estou tendo na empresa muito melhor e por isso agarrei.

Os posts continuarão como sempre, sem data marcada, de acordo com minha disponibilidade e vontade de escrever. De qualquer maneira estou tendo uma experiência incrível e muita coisa pode se reverter para conteúdo do blog, aguarde e confira!

43 comentários:

  1. Fala Corey,

    Realmente faz mais sentido focar nos cursos e no trabalho. Projetos digitais estarão ai para você tocar no futuro. Essas oportunidades de cursos não estarão.
    Boa sorte e vai compartilhando conosco o aprendizado nestes cursos, se não for algo muito técnico e/ou específico.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, vou aproveitar essa oportunidade, os projetos digitais ficam pra depois.

      Excluir
  2. Só tentando entender. Você diz que é independente financeiramente e quer trabalhar para sentir a profissão. Com um mês de trabalho se candidata a cargo superior, sabendo que a medida que galga cargos de gestão se afasta da essência da profissão. Há algo incoerente aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cargo é superior, porém o trabalho é operacional da mesma maneira. O que muda é o tipo de trabalho e o salário, não há incoerência.

      Excluir
    2. Concordo com vc, anônimo 13:35. As historinhas são quase estórias em quadrinhos! São fantasiosas demais. Só acontece com ele! Cada dia um capítulo novo da novela. O assunto "projetos digitais" rendeu pouquíssimos comentários, será que esse não é o verdadeiro motivo da desistência? Desinteresse geral em relação a essas bestagens?

      Excluir
    3. Anônimo 13:35, repare bem: é duzentas que aparece do nada, é ap que adquiriu super abaixo do preço, é emprego é promoção com dias de trabalho, são colegas de trabalho quase que 100% sem ambição ou burros, etc. Viagem! Glória Perez precisa pedir consultoria!

      Excluir
    4. Os 200 não apareceram do nada, só não houve post pq falta cair na minha conta.

      O apto não foi adquirido, ele entrou num negócio sem muita escolha.

      Não chamei ninguém de burro, apenas questiono certas prioridades.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olha o final do parágrafo "Recapitulando"... saiu cortado...

      Excluir
    2. O segundo parágrafo está cortado, ficou meio sem nexo o final dele

      Excluir
  4. Depois desse emprego já pode ser agente secreto.

    ResponderExcluir
  5. Me impressiona a falta de percepção de funcionários. A empresa recomenda um curso que é útil a ela, onde se aprende algo que será usado na prática e pode resultar em aumentos salariais, mesmo que pequenos. No entanto, a maioria prefere fazer uma EAD que, na prática, é inútil e não traz ganho algum pra empresa. O sujeito acha que receber mais um título bobo lhe traz recompensas. Que engano. Depois ficam reclamando como uns chorões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião isso é mais um reflexo do câncer chamado status. Esses cursos não trazem títulos, não vou poder bater no peito e dizer que tenho pós graduação em alguma coisa, entende? Nego faz pós pra dizer que tem não pela empregabilidade.

      Excluir
  6. Não concordo com cursos fora do expediente do trabalho.
    Meu tempo livre é para fazer as coisas que gosto, portanto, cursos tem que ser NO horário de trabalho e não fora dele.

    Seu caso é diferente, já que está usando o seu tempo livre pra trabalhar, mas muitos preferem usar o tempo livre pra fazer coisas que gostam mesmo pois precisam trabalhar pra viver.

    Não foi surpresa que você iria passar, afinal, ninguém aceita ser obrigado a trabalhar + curso obrigatório fora do experiente de trabalho.

    Por isso seus colegas o vêem como idiota, mas eu pessoalmente não acho que seja idiota, já que você trabalha por hobby e vê tudo isso como uma grande brincadeira.

    Eu que queria trabalhar só pra fazer amigos e por diversão, mas provavelmente escolheria algo de 4 ou no máximo 6 horas por dia de trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A empresa fornece X vagas, eles pagam todo o curso, o funcionário vai se quiser e passar na seleção. Não há obrigação alguma e nem afetaçao caso alguém não queira. Os cursos são necessários para qualificar os peões para novas funções. Se a pessoa não tem interesse, não vai, é simples.

      Os cursos são voluntários, ninguém obriga ninguém.

      Excluir
  7. Não vai sobrar nem tempinho para escrever o livro... você me parecia tão animado nos comentários do último post

    ResponderExcluir
  8. Grande Corey,

    Se me permite, farei um comentario com uma visao oposta, mas logicamente entendo 100% sua posicao.

    Eu tambem durante longos anos concordei com isto que voce disse: Empresa paga curso, vamos la aprender, é de graça, vai ajudar, etc.

    Hoje em dia, nao quero nem saber.

    No seu caso mesmo: Valeria MUITO mais a pena voce nao fazer o curso na empresa e buscar (seja de graça ou pagando) conhecimento na area digital ou em algo que voce possa fazer sem ser um empregado.

    Imagine que no maximo em seu trabalho voce consiga um aumento de salario de 1K, melhor ainda, 2K mes liquido sendo promovido pelo curso. Pergunto: Qual a diferença se voce ja tem renda para se manter sem trabalhar?

    Isto faria sentido se voce estivesse ainda no inicio da caminhada, é recomendado para a galera que esta entre 20 a 27 anos, buscando crescer na empresa.

    Na fase que voce se encontra, imagine isto aqui dando certo: Corey se profissionaliza com cursos digitais e começa a gerar conteudo no blog, videos, cursos para empreendedores. Começa a lecionar cursos ou palestras pagas, para aqueles que tem um sonho de abrir um pequeno comercio.

    Corey, nao sei se voce ja percebeu isto, mas voce tem algo que eu e os colegas nunca vimos na internet: A historia real de comercios. Os problemas, os lucros, os 'flips', ou seja, voce tem muito conteudo.

    Para que se matar trabalhando se voce poderia se especializar e ter seu proprio negocio digital.

    Voce nao depende do salario, investimentos digitais possuem pouco CAPEX a ser investido meu caro.

    Imagine uma palestra do Corey: 100 reais a entrada. 120 pessoas comparecem. Com todos os gastos, 6000 de lucro (hipotetica analise). Pronto, ganhou mais que seu salario.

    Corey vende uma area restrita no blog. 30 reais o acesso mensal. 100 inscritos. Pronto, 3000 reais mes.

    O mesmo vale para livros, ebooks.

    Sabe o que percebo com esta coisa de trabalhar, fazer cursos pensando em promoçao? Ficamos presos nisto.

    É o que eu chamo de Matrix Trabalhista, e neste caso te vejo entrando nela.

    Voce nao precisa de cursos.

    Voce nao precisa aumentar o salario.

    Desde que abri os olhos para isto eu decidi parar de ser bobo e cumprir o horario, apenas. Faço tudo direito, mas nao faço coisas a mais da funçao pra buscar promoçao.

    Eu prefiro usar este tempo extra para promover meus projetos proprios.

    Se um projeto digital da certo, voce podera ganhar ate mais dinheiro, trabalhando menos tempo.

    Voce vivera de blog ...

    Pense nisto Corey, nao caia na Matrix Trabalhista.

    Um abraço

    VDC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VdC!

      Obrigado por essa opinião, sempre gosto de analisar os dois lados.

      Pra ser sincero nem faço questão da tal promoção pós cursos, meu interesse é no aprendizado em si. Num outro post alguém perguntou se tenho um hobby: meu hobby atual é meu trabalho, estou adorando, e poder adquirir mais conhecimento técnico nessa área, sem pagar nada por isso é fantástico. Entende onde quero chegar? Esses cursos é como se eu pagasse pra fazer uma atividade de lazer (sei que é difícil de entender como o trabalho pode proporcionar prazer...).

      Sobre os projetos digitais eu custo a entender essa mecânica, acho que por não ser nerd não entendo como tudo isso pode funcionar tão bem. Pra vc ter uma ideia estou ouvindo o ebook do $ hours workweek e tudo o que o cara diz parece ser totalmente surreal pra mim. Vejo vc descrevendo essas maneiras de rentabilização e não consigo entender como isso é possível, rsrs! (veja, acredito em vc, não é questão de confiança mas é questão de não entender a mecânica da coisa). Talvez muita gente pense que a maneira pela qual fiz dinheiro com as empresas tb é surreal... cada um no seu quadrado...

      Mas novamente agradeço sua ajuda e quero que continue assim dando uma força. Vamos ver o que acontecerá nos próximos meses. Valeu mesmo!

      Abraço!

      Corey

      Excluir
    2. A abordagem que vocês dois puseram em pauta pra fazem sentido pra mim. Na minha empresa eu vejo muito poucas oportunidades de formação interna que eu poderia usar além da empresa, mas tem áreas que podem absorver esse conhecimento para usar para fora do ambiente de trabalho, eu imagino. Vdc, um post seu sobre a matrix trabalhista seria interessante. Abraços

      Excluir
    3. No meu caso esses cursos são sim úteis fora da empresa, claro que possuem abordagem da casa mas o conhecimento é genérico do setor.

      Excluir
  9. Blz Corey,

    Boa sorte no seu curso.

    Abçs

    ResponderExcluir
  10. Rapaz, outros na sua situação estariam curtindo viagem de moichilão na Europa. Ter IF para a maioria da blogosfera. é para curtir, viajar, frequentar praias, sair com mulheres no meio de semana, ler. O Soulsurfer fez uma viagem fantástica de 3 anos.


    Acredito que essa sua vontade de trabalhar seja um reflexo da cultura e da história paulista, que prega o enriquecimento, que lembra do Abílio Diniz o qual conseguiu 7 bilhões mas começou na padaria do pai há 50 anos.

    Aqui no Rio, a nossa história e nossa cultura valorizam o cara que ganhou grana para poder correr na praia TODO santo dia, pegou as mais gostosas.


    Se eu receber 10k de renda passiva, gasto 7k para viver beeeeem e coloco mais 3k no bolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como já disse várias vezes aqui no blog, é difícil aceitar e entender que uma pessoa possa ter prazer no trabalho, mas esse é meu caso. Obviamente isso não vai durar muito tempo, não acho que completo um ano com essa vontade, mas por enquanto está sim muito legal.

      Entendo o ponto de vista do carioca pela ótica dos nordestinos (tenho família no nordeste) e concordo que faz muito mais sentido que o do paulistano workaholic mas meu caso não chega a tanto. Post a respeito no futuro breve...

      Excluir
    2. Outra vez esse cara do RJ com esse mesmo papo.
      Quem disse que em SP é todo mundo igual?
      A maioria dos brasileiros de todos os locais não tem mentalidade de aculmular dinheiro?patrimônio.
      A maioria vive de salário em salário e você vem com essa conversa...

      Excluir
  11. Falaí, Corey!

    Nunca pensou em passar uma temporada no exterior? Fazer um intercâmbio por conta própria? Certamente seus leques e seus conhecimentos gerais vão aumentar exponencialmente.

    Já que hipoteticamente não há o que lhe prenda aqui, por que não pensa a respeito?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo ele, sua IF é de uns 3 k por mês. Você acha que alguém se mantém fora do Brasil com 3 k em reais/ mês?

      Excluir
    2. Quarentão, tenho projetos de imigração que no momento estão suspensos pro diversos motivos (tem posts sobre isso no blog).

      Anônimo, quem tem IF de 3k não sou eu e sim um leitor que relatou isso, muita gente faz confusão. Mas mesmo se fosse, R$3k são 700 e poucos euros, dinheiro suficiente pra um casal se manter em Portugal ou Polônia, por exemplo.

      Excluir
  12. É o ciclo da vida kkkkk ñ reclame!

    Há!+
    Parabens !

    ResponderExcluir
  13. Fala Corey,

    Acabei de zerar seu blog, só posso agradecer, foram boas horas de leitura, muito obrigado por manter esse espaço.

    Aprendi bastante, repensei algumas ideias, reforcei outras, várias anotações...

    Vamos seguir em frente! Aqui mais um leitor assíduo para os próximos posts.

    Nobre Lifestyle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Nobre, fico contente por agregar conhecimento, abraço!

      Excluir
  14. Corey, sou da época do }Pobretão. Existe algum outro blog como o dele onde varios anons ainda se encontram???

    Enfim. Estou começando agora, naquela epoca não trabalhava...

    Minha maior duvida é sobre imposto de renda. Posso ficar sem declarar até quando? Tenho 60 mil, é arriscado? Deixo tudo no LCI por enquando. não sei o que fazer por enquanto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço nenhum blog estilo pobretão, tem que fuçar.

      Sobre o IRPF é por sua conta e risco.

      Excluir
  15. Corey, por curiosidade: qual tua área de formação?

    ResponderExcluir
  16. Corey, o nubank me enviou de graça o platinum deles.... Quem gasta + de 2000 reais por mês, de vez em quando rolam essas campanhas para promover os usuários ao platinum

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, ou seja, passam pelo meu controle antes de serem publicados. Esse é o motivo pelo qual seu comentário não aparecerá logo após você clicar em "Publicar", portanto não precisa postar 2 ou 3 vezes! Posso demorar, mas publicarei e responderei todos os comentários que não contenham trolagens, intrigas, propagandas e baixo nível.